PARTE FINAL DA GRAVAÇÃO DO NOSSO DISCO

Por Foca

Pronto, agora podemos dizer que nosso disco está 100% gravado. Foi uma aventura sair com praticamente uma música composta e conseguir compor, arranjar e gravar nosso novo disco em praticamente um mês.

Na real, foi um ótimo desafio que exigiu dedicação e empenho de cada um de nós, o que de certa forma termina afinando ainda mais nossas relações pessoais e artísticas. Na última leva de gravações fizemos pequenas alterações em algumas passagens, colocamos efeitos em vários músicas com escaleta, kaospad, kaoscilator, garrafas e coisas do tipo. Utilizamos muito o Memory Man para dar uma gastura e uma sala esquisita para cada efeito.

Regravamos um som quase todo novamente porque não estávamos satisfeitos com o resultado final. As vezes as ideias não encaixam com a realização e é preciso desprendimento para entender que não ficou bom e que é necessário arrumar.

Gravamos também um cover bastante inusitado (que vai ter um finger clip, depois explico mais) que ficou muito com a nossa cara. por último fizemos uma segunda parceira de composição com o Chuck Hipolitho numa pedrada que queríamos compor para encerrar esse álbum, algo como um “Sai da Frente” ou algo assim. Ficou exatamente do jeito que imaginávamos.

Depois de todo esse processo, arrumamos os arquivos, fizemos backups e já estamos no mixando o trabalho com o auxílio luxuoso do Eduardo Pinheiro e do Megafone Estúdio. Estamos atrás de pernonalidade no nosso áudio e ao mesmo nitidez para que tudo o que gravamos possa ser ouvido. É uma tarefa difícil mas acho que vamos conseguir. Cinco faixas já estão prontas, hoje retomamos a mixagem para tentar fechar o resto do disco.

Muita gente está perguntando sobre previsão de lançamento. Se tudo der certo, será entre março e abril. O disco “Espionagem Industrial” tem patrocínio da Programa Petrobrás Cultural.

Esta entrada foi publicada em Noticias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Uma resposta a PARTE FINAL DA GRAVAÇÃO DO NOSSO DISCO

  1. Tarcisio disse:

    Qual foi a primeira parceria de composição com o Chuck?

Deixe uma resposta