COMO FOI? AREIA BRANCA E MOSSORÓ


Paredes da SedRock em Areia Branca

Demos início a última parte da nossa gig de 2011 que deve chegar até o fim do ano a 110 shows. Desta vez demos uma passeada pelo interior do RN. Fomos à Mossoró pela quarta vez e fizemos nossa estréia em Areia Branca. Saimos perto das 11h da manhã de Natal num sábado de muito sol. Demos uma parada em Lajes para almoçar e continuamos a viagem direto pro Flecha na Goela encontrar com os Monster Coyote, banda parceira com sede em Mossoró. A estrada está excelente entre Natal e Mossoró, são 260km tranquilos mas que precisam de atenção redobrada.

Chegamos bem, carregamos a caminhonete do Monster Coyote e rumamos para Areia Branca com praticamente todo o equipamento para tocar. Chegamos no fim da tarde numa viagem de mais 45km numa estrada maravilhosa, com cenário surreal de montanhas e montanhas de sal. A região é a maior produtora de Sal do Brasil e é um posto muito importante da Petrobras para exploração em terra. Chegamos no lugar do show, chamado SedRock tocado com afinco pela rapaziada de lá. Um lugar que lotado não deve caber mais que 80 pessoas. O Monster Coyote abriu os trabalhos na fúria tocando muito material novo (devem gravar no próximo semestre), na sequência veio a banda local White Grease, cheios de boas referências no som e ficamos por último. Não sem antes dizer que a polícia chegou com arma em punho pedindo para darmos uma maneirada no volume. Na hora do show do Camarones já estava lotado o espaço e foi pogo, pisadas e animação para todo lado, num dos melhores shows que fizemos esse ano. Locais pequenos parece que combinam com o nosso repertório e sempre pega fogo. Agradecer muito aos Monster Coyote, não fosse eles acho que não tínhamos mais nenhum pedal para contar a história!

Vendemos muito merchadising no final, desmontamos rapído e voltamos para Mossoró para o segundo show da noite.

O mesmo equipo que levamos para Areia Branca também sonorizou o show de Mossoró. Com tudo já no esquema não demorou muito pro Red Boots mandar o seu excelente rock no incrível espaço que o Flecha na Goela tem. Uma área arejada (para Mossoró isso faz muita diferença), bom palco e bons equipamentos. O trio de surf music Jubarte Ataca continuou a festa e ficamos pro final. Deveriam ter girado umas 80/100 pessoas por lá. Quase todo mundo ficou até o fim e o show rolou numa vibe muito boa (mas bem diferente de Areia Branca) com a turma prestando atenção e interagindo conosco. Foi ótimo.

Agora partimos para quatro shows nesta semana. Contamos como foi na sequência!

Esta entrada foi publicada em Noticias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta