CLIPPING: TRIBUNA DO NORTE

Maria Betânia Monteiro – repórter

Independente dos desfiles oficiais e programação da Prefeitura, um endereço este ano promete ferver no carnaval. A Ribeira ganhará uma séries de eventos culturais carnavalescos (ou não), a partir das próximas semanas até março, quando chegar o reinado de Momo.  Para começar, uma parceria inédita entre os espaços culturais Dosol e Casa da Ribeira promete agitar a terça-feira de folia (08/03), num dos bairros mais antigos da cidade. Mantendo a proposta de garantir a diversidade cultural, o ‘Circuito Cultural Ribeira’, promovida pelo Dosol durante três anos, a festa chega à quarta edição revista e ampliada e com a parceria da Casa da Ribeira. E há mais. A Ribeira também será o palco do baile das Kengas, dia 19 de fevereiro, em três lugares: Armazém Hall, DoSol e Rua Chile. Outro que desce a ladeira será o Baile da Ribeira, já no próximo dia 26 de fevereiro.

Centro Cultural DoSol, tradicional espaço roqueiro do bairro, será palco da Chamada Carnavalesca e de eventos, como o Baile das Kengas
Centro Cultural DoSol, tradicional espaço roqueiro do bairro, será palco da Chamada Carnavalesca e de eventos, como o Baile das Kengas

Seja na promoção de festivais ou de shows de fim de semana, o Dosol está há 10 anos fazendo parte do cenário cultural de Natal. A mesma idade tem o teatro e espaço cultural Casa da Ribeira. Comemorando uma década de atividades, a dupla abre a festa para todos os potiguares.

Para a terça de carnaval, o roteiro de shows já está definido e vai contar com artistas potiguares e de outros estados do Brasil. São eles: Canastra (RJ), Cabruera (PB), Camarones Orquestra Guitarrística, Dusouto, Baile Sem Perder O Passo (Valéria Oliveira & Rosa de Pedra), Trem Fantasma e Banda de Choro do Buraco da Catita. Os shows acontecem em dois palcos armados na Rua Frei Miguelinho, em frente a Casa da Ribeira.

Toda a movimentação do carnaval é só o marco zero das atividades do Circuito Cultural Ribeira, ação de ocupação do bairro que vai acontecer durante o ano todo e que terá suas atividades ampliadas sempre no primeiro domingo de cada mês. A ação é patrocinada pela empresa de telefonia Vivo com o apoio do projeto Conexão Vivo através da lei Câmara Cascudo.

Bazar na rua, casas de cultura e entretenimento do bairro abertas de maneira gratuita, artistas circulando e se apresentando, palestras, debates, filmes, teatro, música, dança, culinária. Vai ter de tudo.

Um dos idealizadores do evento, o produtor cultural e músico Anderson Foca, diz que a partir do primeiro domingo de abril, todos os estabelecimentos voltados para a cultura no Bairro da Ribeira – Nalva Melo Café Salão, Galpão 29, Grupo Atores à Deriva, Gira Danças –  abrirão as suas portas para receber uma programação cuidadosamente planejada. “Será um grande domingo na praça, só que em todo o bairro”.

O objetivo do circuito cultural é levar para população uma Ribeira atuante, comprometida com cultura. “A nossa ideia é que pessoas diferentes passem a frequentar o bairro”, revelou Anderson. O produtor lembra que a Ribeira, no final do ano passado foi Tombada como Patrimônio Histórico do Brasil, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN. “A gente quer mostrar para a população, o que o bairro tem de bom”.

Baile das Kengas e Baile da Ribeira

O baile das Kengas do dia 19 será um dos mais quentes e diferentes de toda a longa história das moçoilas. A festa será dividida em três ambientes: no Armazém Hall, com Orquestra Dom Cardoso, Kelly Wange e Isaque Galvão; festa eletrônica no DoSol, com DJs Bee, Paulino Chacon e Gabriel; e a rua Chile transformada em lounge.

Já o estreante Baile da Ribeira vai esquentar Largo da Rua Chile a partir das 23h, do dia 26. A noitada terá o comando da banda DuSouto e do projeto musical inédito Carnaval do Meu Amor, guiada pelo trio de cantores Simona Talma, Luiz Gadelha e Eugênio Bezerra. Gadelha e Eugênio vestirão novas roupas nas marchinhas de carnaval, que marcaram outros reinados de Momo. O Baile da Ribeira também terá o ‘baticum’ da música eletrônica com a discotecagem dos descolados DJs Paulo Souto, Gabriel Sodré e Biel Carvalho.

Segundo Kadu Severiano, um dos idealizadores do evento, além da música, o ambiente vai ter um toque especial. Para dar novas cores e formas ao Galpão 29, a turma do Baile da Ribeira convidou Clodoaldo Bahia. A luz fica por conta de Castelo Casado. “A gente quer deixar o evento, no calendário, da Ribeira”. A proposta do baile é juntar todas as tribos, desde os que gostam de marchinhas ate a house music .

Serviço:

Baile das Kengas (19/2, a partir das 22h) em três ambientes: Armazém Hall, DoSol e Rua Chile. Desfile das Kengas (6 de março, a partir das 16h), na R. Vigário Bartolomeu com Ulysses Caldas. Informações: 3211-8589 e 9409-4440 com Lula Belmont.  Baile da Ribeira (26 de fevereiro, a partir das 22h), no Galpão 29, Largo da Rua Chile. Senhas antecipadas (R$ 30 inteira e R$ 15,00 meia) na Chilli Beans. (Informações 9911-1161 e 8853-2250).

Circuito Cultural Ribeira – 1ª Etapa (8 de março), na Rua Frei Miguelino, em frente à Casa da Ribeira, a partir das 16h. Entrada gratuita.

Esta entrada foi publicada em Clipping. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta