CLIPPING PORÃO DO ROCK – CANDANGO BLOG

Segunda Noite – A segunda noite do festival começou com um público pequeno. As primeiras atrações a se apresentar foram Mary Stuart, Plêiades e Distintos Filhos. Logo em seguida, a carioca Brollies & Apples deu um show de sensualidade no palco Chilli Beans, com um som indie e eletrônico. Nos palcos Antártica SubZero e UniCeub estavam respectivamente Selenita e Bang Bang Babies, vencedoras da seletiva Porão do Rock de Goiânia.

Logo depois, Érika Martins trouxe baladas românticas, jovem guarda e seus principais sucessos, como a versão de Namorinho de Portão, de Tom Zé. No interior do Ginásio estava a brasiliense Red Old Snake, com sua mistura de metal com power groove. Enquanto isso, com um som mais pop, a banda Etno se apresentava no palco UniCeub.

A banda Camarones Orquestra Guitarrística fez muitos pular e dançar ao som de suas guitarras. Originários de Natal (RN), a banda  de rock instrumental mistura ska, pop e surf music. Nos outros palcos, tocavam Eminence, de Belo Horizonte, e The Nevers, de Brasília.

O veterano Wander Wildner,  uma das atrações mais aguardas da noite, reuniu o maior número de pessoas em frente ao palco UniCeub. Um público de todas as idades cantou com o gaúcho seu maiores sucessos como “Bebendo vinho”, “Lugar du caralho” e “Empregada”. A noite ainda trouxe Krisiun, Totem, Synfonia, Lucy & Popsonics e Bilis Negra.

Defalla, que retorna de jejum de 20 anos, divertiu com uma performance escrachada e um som que mistura punk, funk e rock. O encerramento ficou por conta da explosão sonora do power trio Jon Spencer Explosion, que fez uma apresentação memorável.

Fotos: Andressa Anholete

link: http://www.candango.com.br/newcandango/musica/Materias/Porao_do_rock_noite1.html

Esta entrada foi publicada em Noticias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta