CLIPPING: CAMARONES EM MACEIÓ/AL

Sexta à noite… Jaraguá lotado, blocos com marchinas de frevo invadindo as ruas, puxando famílias… e rock na Marcílio Dias, botando a galera pra bater cabeça. Tinha de tudo na prévia de um dos bairros mais antigos de Maceió. acompanhei de perto a folia, com muito policiamento, um ambiente tranquilo… a não ser pelo trânsito. Esse estava caótico! Gastei cerca de 45 minutos pra ir da praça Lyons pra festa. Imaginem só. E lá, os flanelinhas cobraram 10 REAIS pra se estacionar na rua, sobre calçadas e ainda ter seu carro trancado na hora de sair. Estragou a festa? Pra mim, não. Mas teve gente irritada.

Começou tímida da noite. O palco onde sete bandas de Rock tocavam, no Grito do Rock, só alguns gatos-pingados. Galera bem alternativa, com tribos de todos os lados. Depois, cerca de uma horinha, tudo ficou cheinho, cheinho. Inclusive o pessoal do frevo ia restigiar as bandas que lá tocaram. Gente do estado, como a Eek e gente do Rio Grande do Norte, como a Camarones, Orquestra Guitarrística – segundo os mesmos. Curiosidade que era uma banda onde duas mulheres destoavam dos marmanjos das outras que lá se apresentavam.

No frevo, o tarol rufava e a galera pulava, regado a muito, mas muito som de percussão. Gente de todas as idades, credos e raças se misturavam no ritmo musical, já tradicional, das marchinhas. Vi de tudo, como vocês vão comprovar.

LINK: http://espalhai.tudonahora.com.br/2011/02/jaragua-era-so-folia/

Esta entrada foi publicada em Clipping. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta